christian camilo - camiloart

Estes dias foram de muita reflexão.

Me recordei quando comprei minha primeira câmera compacta para tirar um pouco o stress do trabalho de produção de shows. Foi em 2007 e até então eu não tinha descoberto o prazer do mundo da fotografia.

A câmera era bem simples, uma canon compacta que tinha ótimos recursos para produzir fotografias interessantes. Me lembro do choque de prazer que tive quando produzi uma das primeiras fotografias fora do meu ambiente de trabalho (estressante, fechado e decepcionante). Foi uma foto relativamente simples, mas de muito contraste de cores. Um prazer visual eternizado na imagem….um recado do passado que levarei pra sempre no futuro.

15504669829_372ae4a20e_k

O contraste de cores são um presente para meu deleite.

Sou bem crítico com meu próprio trabalho. Penso muito em estilo, identidade, conceitos. Para muitos a fotografia é um hobby, uma diversão. Como jogar tinta na parede e se divertir, relaxar. Para outros é uma maneira especial de comunicar artisticamente sua jornada, sua visão de mundo. Chegar nesse ponto exige alguma reflexão, e pelo que aprendi, muito tempo.

Tempo é preciso para identificar a razão de nossas escolhas, daquilo que vamos querer em nossa fotografia e o que será ao nossos olhos uma pintura visual. Quando escolhemos o elemento da realidade que vamos recortar estamos dando o primeiro passo de muitos possíveis para entregar o resultado final. E a pessoa mais importante para julgar esse trabalho bom ou ruim, com sentido ou sem sentido, é você.

Descobrir o que lhe encanta em fotografias simples é a chave para você descobrir o que pode caracterizar seu estilo. Tente se recordar de algum momento especial com sua câmera. Alguma foto muita antiga que você fez…algum elemento.

Uma das dicas mais importantes de Cartier-Bresson  no que tange este entendimento de fotografia como arte, é o  de valorizar imagens e contextos visuais que lhe dão prazer intelectual. Vejo nessa definição a liberdade do individuo, de escolher entre elementos estéticos, minimalismalistas, conceitos, momentos sociais políticos, imagens do dia-dia, padrões…etc…..fotografamos antes de tudo para o nosso espírito. Use esta arte para alimenta-lo de vida.

Leave a Reply

FacebookTwitterGoogle
@