christian camilo - camiloart

 

Minha inspiração é a poesia: busco levar para a imagem o espírito dos que buscam sentido na forma incompleta. Inferir, interpretar, quero deixar esse espaço para quem oberva minha fotografia e a completa com sua genialidade. Amo fotografar a natureza, mas minha curiosidade busca o “natural” do tempo, a natureza do homem….a natureza silenciosa e solitária que pode ser triste, bela….muita coisa ao mesmo tempo.

Sou discipulo de três mestres que moram com suas idéias em meu coração. Quando preciso citar referências para falar de meu estilo, sei que meus olhos muitas vezes tentam buscar as cores de Saul Leiter, o movimento de Jacques Henri Lartigue e a poesia da luz de Josef Sudek. Em cada canto, que estiver fotografando, estarei silenciosamente acompanhado desses senhores.

Nascido em 1980 em Campinas, São Paulo, Brasil, comecei na fotografia como uma forma de achar um escape….apesar de ter estudado em jornalismo em 2001 fotografia analógica, foi somente em 2005 que passei a me dedicar aos estudos dessa arte. Na ocasião estava estressado, com trabalhos de agenciamento e produção musical. Nesse ano decidi comprar minha primeira câmera compacta e passei a valorizar muito mais a paz e a beleza da natureza. Ainda conheci um grande professor de artes que me inspirou a estudar a arte visual – com isso me dediquei a trabalhar com produção de cena para video e fotografia.

Por conta própria, investi em livros e equipamentos…mas somente em 2010 que passei a ganhar algum retorno com a fotografia. Não é uma carreira fácil, mas a paixão por essa arte e o desafio de querer viver de algo inspirador me motivam desde muito novo. Dizem que sou um otimista, mas nem sempre sou assim….apenas acho que fazemos aquilo que achamos possível dentro de nosso contexto. Cada um sabe onde o sapato aperta, e se você não faz arte, você provavelmente precisa ser uma forma de arte para ganhar a vida.

Hoje dou aulas de fotografias, sou o criador da Metrogalle, uma empresa dedicada a produzir quadros em acrílico, mantenho um canal dedicado a arte da fotografia no youtube, e vendo minhas fotos para apaixonados e colecionadores.

Vivo em Campinas atualmente (2016).

My inspiration is poetry: I try to bring to image the spirit of those who search for meaning in the incomplete form. To the person who observes my photography, I want to give space for infering, interpreting and completing witth his/her genius.

I love to photograph nature, but my curiosity searches the time “naturalness”, the human nature, the silent and solitary nature which can be sorrowful and beautiful… many things at the same time.

I am a disciple of three masters who with their ideas dwell in my heart. When I need to cite references to talk about my style, I know that several times my eyes try to look for the colors of Saul Leiter, the movement of Jaques Henri Lartigue
and the poetry of light of Josef Sudek. Wherever I will be photographing, I will silently be accompanied by these masters.

Christian Camilo is a street photographer and a visual artist. He has been taking pictures since 2005. Much of his work consists of street photography, abstract compositions, and portraits (including self portraits). He is a disciple of great masters of photography like Saul Leiter, Jacques Henri Lartigue and Josef Sudek.
Graduation: journalism (2004) PUC CAMPINAS
Specialization in Scenographie USP – São Paulo 2005
Teaching the art of photography since 2011

2001-2004 – Faculdade de Jornalismo – PUC, Campinas, Brasil.
2005 – Cenografia como aluno especial de Arte Cênicas da pós USP, São Pulo, Brasil
2015 – Funda a Metropolitan Art Gallery – Metrogalle

Contato:
19 98167 0450
contato@camiloart.com

773726_10153364576275735_2719136497592767415_o

 

 

Assoprando a nuvem
Campinas por acaso
Campinas por acaso 2016
Sobre/About Christian Camilo
Vindo da sombra
Lhe ofereço
Plus Silence
Árvores em choque
MatosMatos
Próximo a terra
Lhe ofereço – Flor Amarela
Par em contraste
Tornados
Na sombra, Fernando Pessoa
Campinas por acaso 2016
Flor Grafite
A tropa
Vamos começar com isso
Lago, gotas do céu, silêncioLago, gotas do céu, silêncio
Pérolas
Duas direções em água de prata
Matos
Campinas, por acaso 2016
Diamante bruto
Gerusa Vale do Ribeira 2016
Olho grego
Mais perto do coração do vale
Barão Geraldo, 2017
FacebookTwitterGoogle
@